O Olho - um jornal patriota e brincalhão


Parece, mas não é.

Ontem o Fantástico apresentou a história de um vestido de noiva usado por mais de 20 noivas. Lembrei-me de publicar meu texto com o título abaixo, redigido em 08/07/12, que embora pareça, não é plágio do Fantástico.

O VESTIDO

         (de 120 anos)

Aos 20 anos de idade Geisa encontrava-se gordinha, e fez um vestido para comemorar seu 20º aniversário. O vestido foi um sucesso tão grande que ela decidiu guardá-lo para usar em todos os aniversários seguintes. Mas logo depois de comemorar o 60º um enfarto a levou para o andar de cima.

Sua filha, então com 20 anos, decidiu seguir os passos da mãe no que se refere ao uso do vestido para comemorar seus aniversários. Durante 40 anos consecutivos usou o vestido em todos eles, quando o passou para a neta de Geisa, coincidentemente com 20 anos, e que também usou o vestido em seus 40 anos seguintes somente no dia do aniversário.

Então o vestido foi colocado num manequim dentro de uma caixa de vidro e ficou exposto na sala de visitas da casa grande.

De como tudo isso ocorreu em seus detalhes está registrado nos anais do clã da Geisa.

Jota Effe Esse.



Escrito por Jota Effe Esse às 09h26
[ ] [ envie esta mensagem ]


FALAR CHINÊS É PRECISO

Basta ver a quantidade de chineses que palmilham o nosso planetinha cada vez menor para tanta gente.

Na década de 60 eu trabalhava no bairro de São Cristóvão e almoçava numa pensão perto do trabalho. A dona era uma brasileira com cara de portuguesa. Sua filha, um colírio para os olhos masculinos, servia aos fregueses trazendo da cozinha o prato já feito.

Certo dia eu cheguei pra almoçar, e, cadê o colírio? Em seu lugar estava uma chinesa com cara de espanto. A pensão tinha sido vendida pra ela. Perguntou se eu queria fisson. Sem saber que bicho seria esse, respondi que não. Quando ela trouxe o prato eu perguntei: Não tem feijão? Ela respondeu: Eu perguntei se você queria, mas você disse que não!  Aí o jeito foi dizer desculpe, eu me confundi, quero sim, gosto muito de fisson! Será que o macarrão ela chamava de macaxon, e o arroz de assoi? O melhor mesmo é eu tratar de aprender chinês se não quiser comer macaco por cotia.

Jota Effe Esse.



Escrito por Jota Effe Esse às 06h47
[ ] [ envie esta mensagem ]


Peguei um refrão já existente e acrescentei letra para meu frevo nesse Carnaval:

 FREVO DA MADRUGADA

Quer ir mais eu vamos

Quer ir mais eu vambora (bis)

Vamos cair na folia até o romper da aurora

Você dança com Ioiô

Que eu danço com Iaiá

Quando você vem eu vou

Na dança pra lá e pra cá

Quer ir mais eu vamos

Quer ir mais eu vambora (bis)

Tristezas não pagam dívidas carnaval é só agora

Você dança com Ioiô

Que eu danço com Iaiá

Quando você vem eu vou

Na dança pra lá e pra cá...

Jota Effe Esse.



Escrito por Jota Effe Esse às 17h38
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil


, Homem, Portuguese, Portuguese



Histórico
01/11/2014 a 30/11/2014
01/10/2014 a 31/10/2014
01/09/2014 a 30/09/2014
01/08/2014 a 31/08/2014
01/07/2014 a 31/07/2014
01/06/2014 a 30/06/2014
01/05/2014 a 31/05/2014
01/04/2014 a 30/04/2014
01/03/2014 a 31/03/2014
01/02/2014 a 28/02/2014
01/01/2014 a 31/01/2014
01/12/2013 a 31/12/2013
01/11/2013 a 30/11/2013
01/10/2013 a 31/10/2013
01/09/2013 a 30/09/2013
01/08/2013 a 31/08/2013
01/07/2013 a 31/07/2013
01/06/2013 a 30/06/2013
01/05/2013 a 31/05/2013
01/04/2013 a 30/04/2013
01/03/2013 a 31/03/2013
01/02/2013 a 28/02/2013
01/09/2004 a 30/09/2004




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Camus hcamus@bol.com.br
 Melzinha
 Mude (Edson Marques)
 Srta. Butterfly
 Dora Vilela
 Ana Lucas
 Ponto Ge - Geórgia
 Doidivana - Ivana Leite
 Púrpura
 Loba - BH
 CORA RÓNAI
 Ceci - Viver...
 Jardim de Letras - Crys
 Kika
 Palimpnóia - Arte, Verso e Prosa